Famílias de todas as cores

Famílias de todas as cores

23 de Março, 2021 0 Por Pai paratodaaobra

 

Recentemente, na disciplina de Estudo do Meio, o Duda estudou “A família”.

Cá em casa, dizemos sempre que todas as famílias são diferentes. Não há duas famílias iguais. Porque essa é a verdade. Há famílias com pai e mãe, famílias com um pai, com dois pais, com uma ou duas mães. Há famílias reconstruídas com figuras como padrasto e/ou madrasta. Há crianças cuja família é (mesmo que temporariamente) composta por outras crianças e jovens numa casa de acolhimento… E tantas, mas tantas outras.

A verdade é que nem sempre é fácil, de forma abstrata e sem exemplos práticos, mostrar esta realidade a uma criança de 7 anos. Os manuais e livros de apoio, nem sempre têm uma abordagem inclusiva destas diferenças. O manual do Duda não tinha, por exemplo, uma família com dois pais.

E o Duda não gostou de sentir que não tinha a sua família representada nos exercícios propostos no manual. Em conjunto com a professora, pesquisámos formas de ultrapassar a situação. A professora tem uma sensibilidade extraordinária e é genuinamente preocupada com as crianças da turma e trabalha para que todas se sintam integradas e felizes. Fez uma árvore genealógica adaptada à realidade do Duda, mas ainda assim isso parecia-nos pouco e, principalmente, voltava a não mostrar à turma o mais importante: a diversidade.

A minha irmã sugeriu-nos um livro que nos ajudou muito. E não só a nós, como também à professora do Duda que tem, na sua turma, vários tipos de famílias que também não são abordadas nos manuais.

Chama-se “Album de Famílias – Todas diferentes e especiais” e é um verdadeiro hino ao amor. De forma muito acessível, mostra a multiplicidade de composições familiares e o quanto isso enriquece a nossa sociedade. Recomendo vivamente a todas as famílias.

O livro é da autoria de Susana Amorim e Rute Agulhas e tem ilustração de Inês do Carmo e faz parte do plano nacional de leitura.