Categoria: Blog

O primeiro abraço – Episódio 11

Estava marcado, então, o dia em que eu sabia que toda a minha vida ia mudar. Só não sabia como. Nem o quanto. Esse dia seria a 12 de Novembro de 2018. No dia anterior, fiz uma viagem longa, sozinho, com uma velocidade de pensamento que não imaginava ser possível. Chovia torrencialmente. As minhas mãos…

Por Pai paratodaaobra 12 de Novembro, 2021 0

O telefone tocou. Vou ser pai – Episódio 9

Como vos disse, a situação em que estava quando voltaram a ligar-me, foi caricata. Pois bem, é isso que vos conto hoje. Houve uma quarta-feira em que liguei para as técnicas a dizer que tinha um “feeling” que devia resolver-se nessa semana. Do outro lado, a técnica disse-me que nessa semana não seria possível porque…

Por Pai paratodaaobra 1 de Julho, 2021 4

Junho – o mês do orgulho LGBTQIA+

A marcha do orguho LGBTQIA+ é, frequentemente, um tema. Quer para quem não conhece a sua origem, quer para quem nunca foi e não sabe bem do que se trata e tem curiosidade ou ainda como “um alvo a abater”, na boca de quem considera que os direitos de pessoas LGBTQIA+ já estão assegurados e…

Por Pai paratodaaobra 18 de Junho, 2021 1

Dia mundial das crianças – O que falta fazer?

Hoje celebra-se em Portugal, e noutros países, o dia das crianças. Este dia, pretende assinalar e celebrar a Declaração dos direitos das crianças, proclamada pela ONU a 20 de Novembro de 1959. Na verdade, faltam cumprir, um pouco por todo o mundo, muitos dos direitos que ali se consideram inalienáveis. Há crianças em situação de…

Por Pai paratodaaobra 1 de Junho, 2021 0

Como acontece o “match” – Episódio 6

Uma das coisas a que dediquei tempo foi a estudar como o processo funciona, para lá do que se vê e da intervenção que podemos ter, ou não, nas várias fases do processo, enquanto família candidata. Em primeiro lugar, é importante saber que se procuram famílias que estejam aptas a responder às necessidades das crianças…

Por Pai paratodaaobra 18 de Maio, 2021 0

Agora é só esperar – Episódio 6

Chegámos, finalmente, ao momento mais “temido” por quem se candidata a adoção: a espera. Até este momento, de alguma forma, eu sentia que havia qualquer coisa que eu podia fazer, de forma ativa, para o processo. As reuniões, as formações, a escolha das pretensões. Tudo isto criava, em mim, uma certa segurança de que tinha…

Por Pai paratodaaobra 7 de Maio, 2021 0